Seminário Teológico Pentecostal da Benção de Deus

Menu

 
 

Indique nosso site

Seu nome:
Seu Email:
Email do Amigo:
 

A origem do Império Romano

29/11/2014
1º IMPÉRIO EGÍPCIO; 2º ASSÍRIA; 3º BABILÔNIA; 4ºIMPÉRIO DOS MEDOS-PERSAS; 5º IMPÉRIO GREGO; 6º ROMANO; 7º ANGLO-AMERICANO OBSERVAÇÃO O ANGLO AMERICANO SE DEU NA DIVISÃO DO IMPÉRIO ROMANO COM A IGREJA CATÓLICA ENTRE 320 DC A 337 DC COM A MORTE DE CONSTANTINO. ESTE DUROU DE 337 DC A 340 DC DEPOIS FOI O DOMÍNIO TOTAL DA IGREJA CATÓLICA ATÉ HOJE. Observação especial: O 8ª Império é o império de Cristo, que iniciou com a Igreja que começou em seu nascimento no ano (()) do calendário religioso de Israel criado por Moisés e continuará no período milenar com o governo do próprio Cristo. 2 – Mas depois do dilúvio surgiram os Hititas que descendem dos netos de Noé. E junto com os Hititas surgiram os Arianos que dividiram o império com os Hititas no ano de 1700 a.C. E deu o nome deste império de HATUCHA. Eles viviam nas montanhas e seu Imperador se chamava Hamurábi, que se tornou Rei dos Cassitas. E foi aí que Hamurábi invadiu a Babilônia primitiva e mudou o nome para Nabucodonosor que dominou o mundo oriental, menos Israel e Egito. Porém foi feito um acordo entre a Assíria e a Babilônia, para lutar contra os Medos e Persas, mas foi derrotada pelos Medos e Persas do Irã e do Iraque, esta guerra foi interessante porque houve a união de dois impérios contra dois impérios e os vencedores foram Medos e Persas. 3 – Houve discórdia administrativa entre o imperador Ciro dos Medos e o Imperador dos Persas, e Ciro permaneceram como único imperador dos Persas em 550 a.C. 4 – Entre as brigas imperiais nasceram um pequeno império chamado de SELÊUCIDAS que dominou várias cidades do mundo antigo, exemplo: Maracanda - Bactra – Partia – Média – Persepolis – Pérsia – Capadócia – Echatama – Pecía – Frigia – Mesopotâmia – Armênia – Sucira - Messias – Lídia e Sarde. Então aparece o Império romano em 509 a.C. Por Rômulo e Remo os dois gêmeos e deste Império nasceu a Igreja em 325 d.C. Página (1) História de Roma Antiga e o Império Romano República Romana, expansionismo da Roma Antiga, crise na República, Império Romano Guerras Púnicas, gladiadores, decadência do Império Romano, mitologia romana por Pastor Dr. Francisco Gonçalves Júnior. Mito da fundação de Roma: Animal amamentando Rômulo e Remo A origem de vem do nome Rômulo Introdução Roma se torna um grupo de pessoas baseados em duas crianças gemias com o nome de, Rômulo e Remo, que na verdade foram eles com a ajuda de alguns hebreus deu inicio ao enorme Império que conseguiu ser de 240 anos AC a 325 DC, sua data de origem deu-se inicio nos anos: 753 AC e em 509 AC Já era considerado um pequeno e humilde império, mas se tornou forte a partir de 240 AC ao nascimento de Cristo. No nascimento de Cristo o Império já dominava o mundo da época. A história de Roma Antiga é fascinante em função da cultura desenvolvida e dos avanços conseguidos por esta civilização. De uma pequena cidade, tornou-se um dos maiores impérios da antiguidade. Dos romanos, herdamos uma série de características culturais. O direito romano, até os dias de hoje está presente na cultura ocidental, assim como o latim, que deu origem a língua portuguesa, francesa, italiana e espanhola. Origem de Roma: explicação mitológica Os romanos explicavam a origem de sua cidade através do mito de Rômulo e Remo. Segundo a mitologia romana, os gêmeos foram jogados no rio Tibre, na Itália. Resgatados por uma loba, que os amamentou, foram criados posteriormente por um casal de pastores. Adultos, retornam a cidade natal de Alba Longa e ganham terras para fundar uma nova cidade que seria Roma. Origens de Roma: explicação histórica e Monarquia Romana (753 a.C a 509 a.C) De acordo com os historiadores, a fundação de Roma resulta da mistura de três povos que foram habitar a região. Página (2) da Península Itálica: gregos, etruscos e italiotas. Desenvolveram na região uma economia baseada na agricultura e nas atividades pastoris. A sociedade, nesta época, era formada por patrícios ( nobres proprietários de terras ) e plebeus ( comerciantes, artesãos e pequenos proprietários ). O sistema político era a monarquia, já que a cidade era governada por um rei de origem patrícia. A religião neste período era politeísta, adotando deuses semelhantes aos dos gregos, porém com nomes diferentes. Nas artes destacava-se a pintura de afrescos, murais decorativos e esculturas com influências gregas. República Romana (509 a.C. a 27 a.C), se tornaram um Império poderoso que então começaram a dominar o mundo da época, chegaram a tomar e possuir um território do tamanho do Brasil tirando o estado do para fora. Foi a parir do ano 27 a.C, que o calendário romano passou ser reconhecido e faltando 5 anos para o nascimento do Messias passou a ser o calendário mundial. Durante o período republicano, o senado Romano ganhou grande poder político. Os senadores, de origem patrícia, cuidavam das finanças públicas, da administração e da política externa. As atividades executivas eram exercidas pelos cônsules e pelos tribunos da plebe. A criação dos tribunos da plebe está ligada às lutas dos plebeus por uma maior participação política e melhores condições de vida. Em 367 a.C, foi aprovada a Lei Licínia, que garantia a participação dos plebeus no Consulado (dois cônsules eram eleitos: um patrício e um plebeu). Esta lei também acabou com a escravidão por dívidas (válida somente para cidadãos romanos). Formação e Expansão do Império Romano Após dominar toda a península itálica, os romanos partiram para as conquistas de outros territórios. Com um exército bem preparado e muitos recursos, venceram os cartagineses, liderados pelo general Aníbal, nas Guerras Púnicas (século III a.C). Esta vitória foi muito importante, pois garantiu a supremacia romana no Mar Mediterrâneo. Os romanos passaram a chamar o Mediterrâneo de Mare Nostrum. Após dominar Cartago, Roma ampliou suas conquistas, dominando a Grécia, o Egito, a Macedônia, a Gália, a Germânia, a Trácia, a Síria e a Palestina. Com as conquistas, a vida e a estrutura de Roma passaram por significativas mudanças. O império romano passou a ser muito Página (3). mais comercial do que agrário. Povos conquistados foram escravizados ou passaram a pagar impostos para o império. As províncias (regiões controladas por Roma) renderam grandes recursos para Roma. A capital do Império Romano enriqueceu e a vida dos romanos mudou. Principais imperadores romanos: Augusto (27 a.C. - 14 d.C), Tibério (14-37), Calígula (37-41), Nero (54-68), Marco Aurélio (161-180), Comodus (180-192).

Pastor Dr. Francisco G. Júnior


Voltar
Mais Informações
Rua Dr. Olegário Ribeiro, nº 54 – Bairro Industrial – Contagem – MG
Tel: (31) 9909-0724 / 9688-1790 / 3322-7473 -
Email: contato@formandopastores.com.br

Copyright © 2005 Formando Pastores - Todos direitos reservados.
Desenvolvido por: TECNOIG - Com Dons e talentos Desenvolvendo Tecnologias.